Blog

20 dez 2017
Comments are off

Editorial

Após mais de dois anos de forte recessão, em 2017, registraram-se variações positivas de indicadores e previsões mais animadoras, que sinalizam a retomada do crescimento econômico, ainda que lenta e gradual, a partir de 2018, mesmo consideradas as incertezas de um ano eleitoral e o evento da copa do mundo de futebol.

Neste cenário, enquanto alguns setores encontrarão ainda, dificuldades no próximo ano, outros, como é o caso do setor de TI, já iniciaram a sua recuperação. Essa mesma contradição, porém, ocorreu também entre as empresas de TI, no ano que se encerra. Enquanto umas cresceram nada ou muito pouco, houve outras que cresceram a ritmos acelerados e quase dobraram seu faturamento, aproveitando a crise como oportunidade.

Mesmo neste cenário adverso, importantes realizações foram alcançadas pela SOFTSUL em 2017. Entre elas a captação de recursos financeiros, reembolsáveis e não reembolsáveis para as empresas e seus projetos, que alcançou mais de R$ 12 milhões. Para esse resultado foram decisivas as parcerias e convênios firmados pela SOFTSUL com importantes instituições financeiras como o BRDE e o Banrisul, em âmbito local e com FINEP e BNDES em âmbito nacional.

Também, outras ações da SOFTSUL relacionadas à capacitação, internacionalização, inteligência competitiva, fusões e aquisições, oportunidades de negócios e expansão de mercado resultaram em proveito de empresas filiadas à entidade.

No tema inovação, o Modelo MGPDI, que implementa as melhores práticas de Gestão da Pesquisa Desenvolvimento e Inovação nas organizações teve sua estruturação concluída para os três perfis de maturidade organizacional previstos no Modelo e alcançou destaque internacional sendo apresentado no evento SPYCE 2017, em Palma de Mallorca. O Modelo MGPDI é aderente à normas brasileiras e europeias e representa um diferencial para as empresas que buscam recursos junto às agencias oficias de fomento a inovação e pode ser contratado por meio do cartão BNDES.

A SOFTSUL não teria alcançado todos estes resultados sem o fundamental apoio das suas empresas associadas e a parceria fundamental e inconteste das entidades representativas do setor, principalmente as que fazem parte do CETI-RS – Conselho das entidades de TI. Somos imensamente gratos por tê-los tido a nosso lado ao longo desse ano que se encerra.

O novo ano nos sinaliza que serão necessárias muita inspiração, criatividade e energia para inovar, superar os desafios, acelerar resultados e alcançar novas conquistas. É preciso transformar novas ideias em projetos e obter os recursos necessários para transformar tais projetos em negócios e empreendimentos exitosos.

E é aí que está a importância de sua entidade associativa, a SOFTSUL. Ela pode apoiar o seu negócio e para isso preparou com muita dedicação um Plano de Ação 2018 que contém muitas novidades para o setor de TIC. Um exemplo são os novos eventos SOFTSUL!Talks; #ACOMPANHE!; CAFÉTECH e CONEXÃO@SOFTSUL, os quais serão organizados de forma moderna oferecendo networking, conteúdo atualizado e oportunidades de negócios.

Em 2018 mais 8 empresas filiaram-se à SOFTSUL. Junte-se você também ao quadro associativo da SOFTSUL e beneficie-se do que a entidade oferece. Venha fazer parte desta comunidade diferenciada de empresas. Uma entidade forte pode fazer mais pelas suas associadas. E ela só se torna forte com a sua participação ativa e efetiva.

Mais um ciclo termina e outro ano inicia, trazendo novos desafios e oportunidades.  Agradeço novamente a todos que confiaram no trabalho da SOFTSUL em 2017 e desejo a todos um Feliz Natal e um Ano Novo repleto de vitórias.

José Antonio Antonioni – Diretor presidente